Vocês conseguem acreditar que o nosso cantinho já estará, em breve, completando lindos três anos? Parece que foi ontem que tudo começou, não é mesmo? Na verdade, o que completa três anos agora em Julho é o Charme Divino, mas antes disso, esse espaço aqui se chamava Customizing Time e era escrito por mim e por mais duas amigas, a Giulia e a Bianca. Alguém lembra dessa época?

No meio de 2013, decidi retomar com o blog e transformar ele em Charme Divino. No entanto, nessa caminhada vim sozinha. As gurias decidiram não escrever mais, mas como isso sempre foi um sonho imenso pra mim, eu escolhi não abrir mão disso.

É fato que o blog mudou completamente a minha vida, minha rotina, as pessoas com quem me relaciono e a maneira como enxergo as coisas. Ele me trouxe experiências inesquecíveis, contatos e parcerias jamais imaginados e um amor e carinho que antes eu não conhecia (o de vocês!). É surreal de tão lindo receber tanto respeito e admiração de tantas pessoas ao redor do país inteiro. 

Estive um pouco mais reflexiva nos últimos tempos, pensando em como a minha vida mudou ao longo desses três anos. Foram reviravoltas inimagináveis! O mais engraçado de tudo isso é que o blog está envolvido em praticamente tudo o que aconteceu. Tudo, ou quase tudo, foi postado e compartilhado com vocês através daqui e das minhas redes sociais. 

Nesse tempo, mais do que vivências maravilhosas, o blog me trouxe centenas de aprendizados. Com certeza eu amadureci muito por causa desse trabalho. Hoje, portanto, decidi contar para vocês três lições incríveis que aprendi durante esse período. Tenho certeza que posso e irei inspirar muitos que estão começando agora. Minha dica é: se você ama e quer muito isso, não desista.


Organização

Minha mãe poderia afirmar isso para vocês: nunca fui uma pessoa muito organizada. Era a campeã em deixar tudo para a última hora e ter milhares de coisas espalhadas pela casa. Sem dúvidas, essa foi a maior mudança na minha vida nesse tempo. 

Com o blog eu aprendi que preciso selecionar o meu tempo e separá-lo em horários. Como assim? Bom, no fim do dia, eu anoto absolutamente tudo que preciso fazer no dia seguinte, desde responder emails até alguma reunião importante ou trabalho da faculdade. Se preciso pagar uma conta, anoto e separo em horários para não me perder. 

Exemplo:
  • 9h: fotografar produtos para resenha
  • 9h15: editar fotos e escrever resenha
  • 10h15: gravar vídeo
  • 11h: pagar conta Renner
  • 11h10: começar edição de vídeo
Entendem? Dessa maneira fica tudo extremamente mais fácil e metódico. Ao finalizar uma atividade, risco ela da lista. Simples! 

Outra coisa, dentro da parte de organização, que foi essencial para melhorar os conteúdos aqui escritos foi criar um calendário editorial. Ou seja, eu tenho um calendário especial em que em todos os inícios de meses eu programo o que terá de conteúdo ao decorrer dos dias, tanto aqui no blog como no canal do Youtube. 

Mas isso já tem mais a ver com a segunda lição da lista...

Planejamento

Não poderia ser uma pessoa que planeja bem as coisas sem antes ser organizada. É por isso que cada uma dessas dicas não funcionam isoladas, entende? 

Ao começar a me planejar melhor, entendi que não preciso escrever um post na véspera dele ser publicado. Hoje entendo que quando tenho tempo livre preciso aproveitá-lo para escrever e pesquisar conteúdos novos, assim, sempre tendo posts guardados para eventuais imprevistos. 

Já imaginou chegar numa terça-feira a noite, com uma dor de cabeça gigantesca, ter que ir ao posto médico e ficar sem post novo para a quarta-feira? Claro que isso não é o fim do mundo e com certeza seu público iria entender, mas manter uma frequência de posts é extremamente importante e deve ser levado em consideração na hora de decidir criar um blog. Imprevistos são imprevistos e não podemos planejá-los, por isso é tão importante ter conteúdo adiantado em caso de uma emergência.

Superação

Acreditem se quiserem, mas minha autoestima hoje é ridiculamente grande se comparada a autoestima que eu tinha há três anos atrás. O blog sem dúvidas foi a maior fonte de ajuda nisso!

Aqui eu aprendi a me superar, por que sim, as coisas vão dar errado. Aliás, as coisas vão dar muito errado.

Você vai gravar um vídeo e ele vai ficar horrível e aí você terá que gravá-lo pela segunda, terceira vez. Seu computador vai travar durante a edição e você vai perder tudo. Ao tentar carregá-lo no Youtube, sua internet vai cair e você vai querer jogar o computador pela janela. Além disso, quando você finalmente postar o tão esperado vídeo nas redes sociais, alguém vai vir e dizer que aquilo ficou péssimo, horrível, que você não se esforçou e que poderia ter feito algo melhor. 

Porque é isso que as pessoas fazem: a maioria delas não valoriza o seu trabalho. Na verdade, a maioria delas não entende o trabalho que isso tudo dá de verdade. Porque não é paixão pelo que se faz que sustenta um blog. Ele é feito com muita, muita, muita dedicação. Muito tempo, muito planejamento e muita criatividade. 

Então, por fim, a lição mais importante que eu tive nesses três anos foi: acredite no seu trabalho. Se eu não acreditar que o que eu faço é bom, é lindo, é o máximo que eu posso fazer, quem vai? A partir do momento que você acredita no que faz, no que gosta e principalmente no que é capaz de fazer, não existem barreiras que irão te impedir de chegar onde você mais almeja.

Blogar por tanto tempo é mais do que incrível para mim, é minha vida! Eu não largaria esse espaço e tudo o que conquistei por nada desse mundo, pelo menos não enquanto isso me fizer feliz.

Obrigada, então, a todos que contribuem diariamente com esse sonho! <3

Beijinhos e até amanhã, amores! 



Related Posts Widget For Blogger with Thumbnails Blogger Templates

Comentários via Facebook

Primeira habilitação: o que estou achando?

24 maio 2016
postado por Dóris Baumer


Sempre fui uma menina bastante independente, comentei já sobre isso por aqui, né? Minha mãe desde pequena me deu muita liberdade e confiança para que eu pudesse ir e fazer o que eu quisesse. Claro, com muita responsabilidade, juízo e bom senso. Mas acredito que adquiri essas características justamente porque tive oportunidade de tê-las, já que sempre fui incentivada a fazer as coisas por mim mesma. Suponho que a frase que mais escutei até hoje da minha mãe foi "eu te dou confiança, só não perde ela!".  

E devo dizer: quanto mais independência nós temos, mais nós queremos tê-la. Nunca é suficiente! Desde sempre um dos meus maiores sonhos era tirar a habilitação para dirigir. O significado que isso carrega para mim vai além de simplesmente poder andar por aí, tem a ver com liberdade, autonomia, equidade, superação. 

Fui então em busca desse sonho. Por conta do tempo corrido e minha cabeça que anda nas nuvens, algumas semanas depois de completar dezoito anos, em março desse ano, fui até o CFC mais próximo me matricular nas aulas de direção.

Ai, que emoção!

Por isso tudo ter um sentido tão importante na minha vida e ter lido tão pouco a respeito na internet, achei que seria super válido falar um pouquinho aqui no blog sobre como está sendo a minha experiência de tirar a carteira de motorista. Já realizei todas as etapas, exceto as aulas práticas e, claro, a prova. 

Para quem não sabe, para iniciar o processo precisamos ir até o CFC e levar alguns documentos, como identidade e comprovante de residência. Além disso, quando nos matriculamos, temos um ano para completar todas as etapas. Depois disso, tudo o que fizemos é zerado e, se não completado, teremos que iniciar tudo do zero. 

Pois bem, fui lá, levei os documentos necessários, paguei a taxa no banco. Comecei as aulas práticas. 

O que todo mundo me dizia que seria um inferno total, foi algo que fluiu e que foi muito bacana. Sim, as aulas teóricas cansam, são exaustivas, mas passam rápido! Minha professora era simplesmente sensacional e isso ajudou muito. 

Depois disso, fiz a prova teórica. No dia fiquei nervosa, mas depois entendi aquilo que todo mundo diz: É MUITO FÁCIL! As questões são quase todas redundantes de tão óbvias, sério. 

Sobre o simulador: eu adorei. Talvez seja por nunca ter dirigido um carro de verdade (pelo menos não um manual), mas eu achei o simulador muito legal e divertido. No início fiquei assustada porque atropelava todo mundo e batia muito o carro! HAHAHAH Depois me contaram que isso é super normal. Ainda bem, né?

Agora estou ansiosa para as aulas práticas de verdade. Se tudo de certo, em meados de Junho estarei motorizada por aí. Mais um sonho será realizado na minha vida! Mal posso esperar para compartilhar isso com vocês...

Beijinhos amores! Qualquer dúvida, estou a disposição para respondê-las. Mais do que explicar como funciona, minha intenção com esse post foi puramente compartilhar essa alegria com vocês. <3

Comentários via Facebook

Vídeo | Ideias de looks pro inverno

23 maio 2016
postado por Dóris Baumer

Amando ou odiando o inverno, todos nós temos uma pequena dificuldade para escolher looks nessa estação, não é mesmo? Um dos motivos é porque geralmente as roupas de frio são mais caras, o que acaba sendo um empecilho para termos um guarda-roupas bem variado para essa época do ano. Ou seja: temos menos opções para escolher e nesse caso a criatividade precisa ser colocada em prática!

Uma boa estratégia para montar composições legais é estar sempre se inspirando e buscando referências, seja onde for. Foi pensando nisso que nesse vídeo eu dei a sugestão de três looks diferentes para que vocês possam se espelhar! :)

Vamos assistir?


Beijinhos e até a próxima! 

Comentários via Facebook

Look | Street

22 maio 2016
postado por Dóris Baumer


Olá meus amores! Como vocês estão?

Se tem uma coisa que eu amo nessa vida é ser fotografada e modelar por aí. Devo confessar que desde que começou a minha parceria com a querida e fofíssima fotógrafa Dhani Weiss, os nossos ensaios têm colaborado muito com o aumento da minha autoestima. É tão incrível ser fotografada com bons cliques e se ver linda ali, sabe? Dá um ânimo inacreditável! :)

Pois bem... Na verdade, os nossos ensaios fotográficos não se resumem apenas a isso, o foco principal é mostrar o look para vocês aqui no blog. Dessa vez eu escolhi uma composição um pouco mais street e que mistura diferentes estilos. 

Estou vestindo uma camiseta alongada, que na verdade comprei na Forever 21 pensando ser um vestido (e na verdade era), mas acabou ficando curto demais. Combinei o camisetão com uma calça branca que tem uma pegada mais clássica. Entretanto, para dar uma modernizada, a boa e velha dobradinha na barra é bem bacana! Para quebrar todos os padrões de vez, nos pés estou usando um oxford envernizado com solado tratorado (tá bem em alta, viu?). Preciso dizer: estou viciada nessa coisa linda! 

Agora vocês me contam: o que acharam dessa proposta?


















Nesse look estou usando:

| Blusa/vestido: Forever 21 | Calça: Chopper | Oxford: Quiz |


E ai, gostaram?! :)

Beijocas!

Comentários via Facebook