15 anos: Lista de convidados + tema da festa

00:00

Para quem não sabe, na semana retrasada eu iniciei um novo assunto que será tratado aqui no blog. Pretendo falar, semanal ou quinzenalmente, sobre festa de 15 anos  como organizar, o que é necessário, quais os primeiros passos, ideias, entrevistas e muitas outras coisas. No primeiro post dessa série, falei sobre os primeiros passos e como escolher o lugar ideal para sua festa. Hoje, quero tratar um pouquinho sobre a lista de convidados e o tema da festa, se tiver um, é claro. 
Vale lembrar, também, que tudo o que eu digo aqui é baseado na minha experiência organizando a minha festa de quinze anos, quero passar para vocês tudo o que eu aprendi e tirei de lição em um pouco mais de um ano que fiquei em função disso. Vamos lá?

A lista de convidados não precisa, necessariamente, ser feita após a escolha do lugar (perceba que estou tentando manter uma ordem de importância das coisas), no entanto, é um passo totalmente importante. Eu comecei minha lista antes da escolha do local. Pra ser sincera, minha lista foi esboçada dois anos antes da festa, mas é claro que até lá muitas coisas mudaram. Por esse motivo, é preciso que você saiba que até poucos dias antes da festa a lista será alterada constantemente, isso porque você perde contato com algumas pessoas, conhece outras, etc. 

Entretanto, uma coisa é certa: a lista da família é pouco provável que mude. Por isso, é importante que você comece por aí. Afinal, a família (pelo menos na minha opinião), são as pessoas mais importantes da festa, não é mesmo? 

É importante, também, que você tenha em mente um número x de pessoas que pretende convidar. No começo, minha ideia era de 200, no máximo 250 convidados. 

Comecei da seguinte forma: fui lançando nomes num documento word e separando por "famílias", por exemplo: 
  • Minha vó e meu vô = uma família (2 pessoas)
  • Meu tio, minha tia e duas primas = uma família (4 pessoas) 
E dessa maneira fui agrupando as pessoas. Depois de toda a família na lista, comecei a colocar os adultos que não são da família, como amigos dos pais, vizinhos, etc. E, por fim, os amigos a parte mais inconstante da lista. 

Até uma semana antes da minha festa, fechei totalmente a lista com, mais ou menos, 260 pessoas: 200 para janta e 60 somente para a hora da festa. Essa organização também é importante, ao meu ver. Isso porque você pode separar pessoas que você quer convidar, mas que talvez não tenham um grau de afinidade tão grande com você para serem convidados para o cerimonial. Como por exemplo, um colega do curso de inglês, onde vocês trocaram alguns papos durante as aulas, mas nada de muita aproximação, sabe? 
Sendo assim, uma parcela de convidados vai para a janta, como família, amigos próximos, amigos dos pais; e outra parcela, "os menos íntimos", para a balada. Deu pra entender? Haha.

E agora, trocando totalmente de assunto, queria falar um pouquinho com vocês sobre o tema da festa. Não quero me referir a decoração da festa (que, claro, é uma consequência), mas sim no tema mesmo. Simples assim. "Não entendi, Dó!" Tá certo, eu explico. 

O tema da festa é aquilo que será o seu norte o tempo todo. É o assunto que inspirará todos os passos a seguir, entende? Vou exemplificar pra ficar mais fácil: vamos supor que o tema da minha festa seja filmes. Eu irei, portanto, escolher tudo a partir disso. Posso transformar a festa em algo muito parecido um evento do Oscar, por exemplo, onde as lembrancinhas sejam troféus e onde tenha um enorme tapete vermelho no meio do salão. O convite, os trajes, a decoração, o vestido, tudo, tudinho, será baseado no tema. Isso se você quiser, é claro. 

Na verdade, isso é apenas uma ideia, mas lembre-se: a festa é sua e ela será organizada do jeito que você deseja. Não existe certo e errado. Eu, por exemplo, tive um norte decidido, mas não tive um tema. Como assim? Bom, desde o inicio eu sabia que queria a festa mais puxada pro vintage, tanto é que, como vocês podem ver na foto acima, minha decoração foi bem baseada nisso, composta por móveis de madeira antiga, rosa bebê, muitas flores, candelabros, etc. No entanto, isso não interferiu na minha decisão do vestido, por exemplo. Em nenhum momento procurei o vestido pensando em algo vintage, sabe? 

Agora, para finalizar, vou sugerir a vocês alguns temas que eu acho super legais de serem feitos! Bora?



"Para meninas que curtem moda, roupas, joias, sapatos e perfumes, enfim, tudo o que está relacionado ao fashion! O tema festa Chanel é uma ótima opção e simples de se produzir! Para o tema festa Chanel você pode utilizar o dourado, o preto, o branco, pode mesclar também um pouco de azul. Os docinhos podem ser bom itens para decorar a sua mesa, o logo da marca nos docinhos fica uma gracinha! O charme e a elegância ficam por conta dos pequenos detalhes."


"Uma combinação moderna e super estilosa, é a festa preto e branco. Estas corem remetem à sofisticação e é ideal para aquela menina que mostrar que é diferente das outras e já está bem grandinha para usar o tradicional rosa."


"Shabby Chic é um estilo de decoração muito bonito, delicado e tem um toque vintage, só que totalmente romântico. Para você que gosta de uma decoração bem princesinha e delicado mas ao mesmo tempo bem diferente do comum, esta é uma ótima opção, Shabby Chic!"



"Produzir uma festa Londres não é muito difícil, basta utilizar itens decorativos com as cores azul, vermelho e branco e utilizar objetos que lembre a tão charmosa cidade."
Referências nos temas: www.debuteen.com.br
Bom, existem milhares de possibilidades, basta você pensar bem (muito bem, pois não vale se arrepender!) em coisas que você gosta e que você acha que seria interessante. Ahhh, vale lembrar que o tema também pode ser uma cor, né? Uma festa toda azul e branco, por exemplo. Vai do seu gosto! :)

Por hoje é isso, pessoal! Até mais <3

Ah, se você ainda não leu o primeiro post da série e tem interesse em ler, clique aqui.





Você talvez vá gostar

0 comentários

Mande um recadinho!

Facebook