O blog | Como tudo começou

by - quinta-feira, junho 19, 2014



Sei que tenho o blog há razoavelmente pouco tempo  dez meses realmente ativos — mas as perguntas que surgem a respeito desse assunto são cada vez mais frequentes, então eu resolvi respondê-las todas de uma vez só aqui nesse post.
Minha intenção não é ensinar a vocês como criar, programar e escrever um blog. Longe disso. Mas vocês sabem que eu adoro tagarelar, portanto, no post de hoje, é isso que eu farei: contarei, em detalhes, como foi para mim a criação do blog, desde o princípio. 

O blog nasceu em outubro de 2012, em parceria com uma amiga minha, a Bianca. No início de tudo a nossa intenção era um blog sobre customizações: o Customizing Time. Nós adorávamos customizar capinhas de celular, roupas, etc. Achamos que seria uma ideia super legal e original um blog sobre o assunto. Entretanto, com o passar do tempo, percebemos que não seria possível manter um blog 100% ativo apenas falando sobre customizações, além disso, o blog teria apenas um público alvo, o que não era tão bom para quem queria crescer bastante (sempre sonhamos alto!). 

Foi aí que mudamos o blog para assuntos diversos, mas ainda mantendo o mesmo nome. Como o blog era apenas um hobbie, ou seja, era alimentado quando podíamos e não diariamente, acabava ficando muitas vezes desatualizado. Decidimos chamar outra amiga para fazer parte disso com nós, a Giulia. Também escolhemos trocar o nome. Foram dias e mais dias discutindo, até que decidimos por Charme Divino. Não me pergunte porquê, hahaha. A partir daí o blog deu uma andada, postávamos frequentemente, posts com um pouco mais de qualidade, mas ainda com ausência de experiência, é claro. 

Aos poucos o blog foi regredindo de novo, a frequência de posts diminuindo até que um dia ele foi abandonado de vez por nós três. Agora eu vejo que talvez, na época, não estivéssemos preparadas e maduras para lidar com uma responsabilidade desse tamanho. Na verdade, para mim o blog sempre foi um compromisso, mas eu não conseguia acompanhar isso, sabe? Ficamos mais ou menos cinco meses sem postar absolutamente nada.

No fundo, bem no fundo, eu sabia que um dia eu voltaria com ele, nem que fosse sozinha. Eu sempre quis ter um blog, sempre quis ajudar meninas do Brasil inteiro, sempre quis ser uma inspiração, sabe? E ainda quero! Mas naquela época eu ainda não me sentia preparada para isso. Durante esses cinco meses eu sempre pensei em voltar, mas nunca tive certeza. 

Eu me preocupava, sim!, com o que os outros iriam falar, me preocupava com o que meus amigos, meus colegas e minha família iriam dizer. Eu tinha medo de abandonar o blog novamente, tinha medo de não conseguir atualizar na frequência que eu desejava, enfim. Eu tinha mil e um receios que me impediam, e várias desculpas também. 

Até que um dia eu decidi por um basta na história toda. Pensei: "Quer saber?! Eu quero ter um blog, eu sei que eu consigo! Vou me dedicar a isso de corpo e alma." Esse foi o dia que eu criei, no bloco de notas do iPhone, uma frase anunciando a volta do blog. Postei no meu Instagram. Como eu já tinha uma boa quantia de seguidores, logo tive algumas visualizações. Nessa época eu perguntei às minhas amigas se elas gostariam de fazer parte do blog comigo novamente e elas pensaram e acharam melhor não. 

Portanto, a partir daquele dia, o Charme Divino era total e inteiramente meu. Meuzinho. Comecei a cuidar dele com todo o amor e dedicação do mundo. Ficava chateada quando não conseguia postar, até que peguei o ritmo. E cá estou eu, hoje, dez meses depois, escrevendo esse post para vocês. Durante esse período foram muitas conquistas, desafios e principalmente: alegrias! Porque vocês não têm ideia do quão recompensador é entrar aqui diariamente e ver que os acessos aumentaram, ver comentários positivos (e até negativos), ver que vocês gostam do meu trabalho. Hoje é segunda-feira (o post sairá na quinta, eu acho) e eu gravei dois vídeos, editei os dois e escrevi três posts, contando com esse. E sei que meu trabalho vai ser valorizado por vocês. E isso não tem preço! <3

Por isso, o que eu tenho para dizer a você que deseja criar um blog, mas tem todos esses medos (e desculpas!) que eu tinha, é que você nunca vai saber se não tentar. Isso é o mais importante de tudo. Se não der certo? Ao menos você tentou, arriscou. E quem não arrisca, não petisca.

Beijos! 

You May Also Like

0 comentários