Amor em Jogo - Simone Elkeles

by - sexta-feira, fevereiro 06, 2015



Hoje vim contar um pouquinho para vocês sobre o meu amor do momento, esse livro que me prendeu de uma forma extraordinária! E vai dizer, é maravilhoso quando um livro consegue toda a nossa atenção, quando sentimos vontade de ler o tempo inteiro sem parar! Eu amo!

Na verdade, gosto muito de ler desde bem pequena, sempre tive muitas ifluências nessa questão, mas o problema é que não é qualquer leitura que me agrada, tampouco não é qualquer história que prende a minha atenção. A história precisa ser viciante. E isso, Amor em Jogo soube ser muito bem!




Estava na livraria e decidi levar esse livro quando li, na contracapa, "destinado a fazer adolescentes desmaiarem". Eu a-d-o-r-o histórias adolescentes, onde contam sobre o primeiro amor e blá, blá, blá. 

Bom, o livro conta a história do Derek e da Ashtyn. Derek é um garoto bem danado que acabou de ser expulso do seu colégio e vai ser obrigado a se mudar para o interior com sua madrasta, já que seu pai trabalha para o exército e sua mãe já faleceu. A vida dele muda de fato quando ele conhece a irmã de sua madrasta, Ashtyn. Ela é uma menina super brava (na minha opinião), que namora um garoto bem idiota. E o melhor: ela é a capitã do time de futebol de sua escola, onde ela é a única jogadora mulher do time. 

Tudo parece dar errado na vida dos dois, ambos estão com diversos conflitos adolescentes que parecem sem saída. Tudo piora quando se conhecem e começa uma luta cotidiana entre os dois. Ashtyn se incomoda com tudo que Derek faz, e Derek se vê cada dia mais apaixonado por essa garota intrigante.



Eu me encantei por Amor em Jogo porque a história mexe com o leitor o tempo todo. A gente sempre quer saber o que é que Ashtyn sente por Derek e vice versa. Derek tenta fazer tudo certo, mas ela sempre acaba encontrando milhares de defeitos no que o garoto faz. 

A história é intrigante, diferente e muito, muito legal. Do tipo de livro que com tempo, lemos em um dia. Leitura gostosa de verdade.




Uma coisa que eu gostei demais no livro é que o lívro é todo dividido. Um capítulo é narrado por Derek, o seguinte por Ashtyn. Sendo assim, podemos acompanhar o que é que cada um deles pensa ao longo da história, o que torna tudo melhor ainda! Quando chega no ponto onde ambos confessam sentimentos reais um pelo outro (em seus pensamentos), o leitor começa a ficar aflito porque nenhum deles confessa, sabe? 

O livro me fez refletir muito sobre como nós, adolescentes, criamos problemas onde não há, ou então como tornamos situações fáceis em tempestades enormes. Também me fez pensar que sofremos muito por antecipação, pensando e relutando contra nossos próprios pensamentos.

Por fim, é um livro maravilhoso, que me segurou na leitura do início ao fim. Eu amei e indico sem dúvidas!

E aí, quem de vocês já leu Amor em Jogo?

Beijinhos!


You May Also Like

0 comentários