É possível ganhar dinheiro com um blog?

by - sexta-feira, fevereiro 13, 2015




Sem sombra de dúvidas, um dos temas mais procurados e, de certa forma, polêmicos, no mundo da blogsfera é: posso monetizar meu blog? E a verdade é que sim, qualquer um pode gerar uma renda através de conteúdo na internet. 

Eu ainda me considero uma blogueira iniciante. Mesmo blogando há anos, levo o negócio a sério há, mais ou menos, um ano e meio. Apesar de ser júnior nesse mundo blogueiro, acho que posso acrescentar bastante a quem ainda está super no começo. Pensando nisso, no post de hoje resolvi abrir essa pauta e falar um pouquinho sobre como é recebem dim dim pelo blog. 

Gostaria de, primeiramente, lembrar que nada, nada vem de graça. E mais: nada é fácil! A não se que você inicie o blog com milhares de contatos no ramo, caso contrário, você vai ter que batalhar muito! 

MINHA EXPERIÊNCIA

Demorei um pouquinho para conhecer o Google Adsense. Para quem não sabe, esse é um serviço do próprio Google, onde você abre uma conta, cadastra seu site e gera anúncios em código HTML, assim que você coloca esse anúncio no seu blog (como esses que eu tenho aqui na lateral) ele começa a gerar uma renda por CPM. Mas Dó, o que é isso? Bom, CPM significa Custo Por Mil, ou seja, a cada mil visualizações únicas (ou seja, se o mesmo fulano entrar 1000 vezes no seu blog dentro de 24h, valerá apenas uma visualização) você ganha um valor x. A questão é: não espere rios de dinheiro. Cada mil visualizações gera centavos de dólares, logo, se você tem poucos acessos, provavelmente demorará muito tempo até conseguir um dinheirinho considerável. 

Massssssss, temos um porém. O Google  Adsense também pode ser vinculado com seu canal no Youtube, o que costuma gerar mais renda, na verdade, bem mais. Sabe aqueles anúncios chatos que a gente tem que assistir antes da maioria dos vídeos? Bom, são esses anuncios que monetizam os canais. A gente recebe também por CPM, ou seja, a cada mil visualizações, uns centavinhos são acrescentados na nossa conta.

Sabe aquele ditado "de grão em grão a galinha enche o papo"? É mais ou menos assim que funciona!

Além disso, você só pode receber o dinheiro, ou seja, transferi-lo para sua conta quando fechar o valor de cem dólares. Se dentro de um mês você não conseguir, o dinheiro acumula pro próximo mês e assim em diante, até chegar ao valor. 



Eu demorei bastante para conseguir os primeiros cem dólares. Mas fiquem tranquilas, depois de conseguir pela primeira vez, começa a se tornar mais fácil (não sei bem porquê). 

Depois que você fecha os cem dólares, é necessário ir ao banco, pegar uma série de informações para cadastrar lá no Adsense, até que finalmente o dinheiro é liberado. Vale lembrar que é preciso ser maior de idade. Nesse caso, a conta bancária vinculada no meu Adsense é da minha mãe.  Ela recebe por mim e me dá o dinheiro. 

Outro fator super importante é: como você vai receber em dólares, os bancos cobram uma taxa para receber o dinheiro. Essa taxa varia de banco pra banco. Eu, por exemplo, recebo pelo bando Itaú e eles cobram uma taxa de R$60,00 no valor total do pagamento. Por isso, como eu não dependo desse dinheiro para sobreviver, gosto de deixá-lo guardadinho lá no Adsense e só liberá-lo para minha conta quando já tiver uma boa quantia, sabe? Porque por exemplo, se eu tiver 300 dólares, convertendo em reais (300x2,60 (arredondei)) dá R$780. Aí, desse valor, o banco vai cobrar 60. Logo, terei R$720. Deu pra entender? :P

Muita gente odeia o Adsense e fala super mal, eu nunca tive problemas, tampouco posso reclamar. 

OUTROS MEIOS

Mas é claro, existem outras formas de monetizar. 

Recentemente eu conheci, através de uma leitora, um programa chamado Egrana, ele funciona praticamente igual ao Adsense, é o mesmo sistema! A diferença é que por lá você recebe em reais e pode receber a partir de R$50,00. Ainda estou em fase de testes, observando se vale ou não a pena. 

PUBLIEDITORIAIS/PUBLIPOST

Também existem os publieditoriais, que são, no caso, postagens no blog onde você é paga para fazer. Vou dar um exemplo. Uma empresa te envia um produto x para você testar e aí você pode cobrar para postar sobre ele no blog, afinal, você estará divulgando a marca. 

Nesse caso, é importante que você não se venda.  Como assim? Por exemplo, se empresa x contatar você e fazer uma proposta valiosa, dizendo que te dá um valor muito bom para que você fale super bem do produto, aí você aceita, testa e vê que o produto é horrível. Você vai ter que falar que é uma maravilha só por que está recebendo por isso? NÃO! Isso é muito errado. É extremamente necessário manter a ética, entende?  Portanto, deixe sempre muito claro que você sempre dá a sua opinião real sobre o produto, sendo ele bom ou ruim. Certo?!

E Dó, quanto eu cobro? Bom, isso é um grande dilema. Ninguém sabe ao certo quanto cobrar, né? Mas esses dias eu vi um post muito interessante sobre o assunto. Acho que pode ajudar vocês! 

BANNER

Outraaaaaa forma de monetização (nossa, esse post tá enorme!) é através dos banners. Sabe esses que ficam na lateral, topo e rodapé dos blogs? Eles também podem gerar uma graninha. Eu, por exemplo, cobro por tempo. Por exemplo: esse banner fica na lateral do blog por x reais mensais. Claro, vale lembrar que quanto melhor posicionado, mais caro é o banner. 

REDES SOCIAIS

Pode parecer até engraçado, mas hoje em dia muitas empresas procuram pessoas influentes nas redes sociais para divulgar sua marca. Por isso, muita gente também cobra por publicações no Instagram, Facebook ou Twitter. É um meio novo, mas, na minha opinião, muito eficiente! Procure sempre deixar claro no seu perfil que você aceita esse tipo de proposta!

E bom, apesar de existir outras milhares formas de monetização, acredito que essas sejam as principais. Fora que são as que eu conheço e uso, logo, não saberia muito bem falar sobre as outras para vocês. 

Gostou do post? Ainda restou alguma dúvida? Se sim, por favor, não deixe de comentar aqui em baixo, respondo todos! 

Beijinhos! <3


You May Also Like

6 comentários

  1. Oi dó, :) um exemplo , se eu acumulo 100 reais do blog ou do youtube eu posso passar meses ou 1 ano sem pegar o dinheiro ? sera que ele não da ,mais ? tem um tempo limitado pra isso ? pff responde <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simmm, Bea! Mas acho que o máximo é um ano!

      Excluir
  2. Desculpa de dizer no outro comentario mas eu tambem tenho um canal no youtube que é https://www.youtube.com/channel/UCFS5arIAKWmrtwnwPPhoJqg se tiver um tempinho passa la, mas se você quiser sei que os videos nao estão com boa qualidade mas to me esforçando ao máximo :) brigada <33

    ResponderExcluir